Páginas

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

E quando o sonho acaba?

E de repente tudo que você sempre sonhou está a sua porta, apenas te esperando.
Tudo pelo que você lutou te aguarda.
E de repente, o sonho vai morrendo, para se transformar em realidade.


O sonho sempre foi um apoio..e o apoio vai se desfazendo..
É como passar a noite esperando o dia e não saber o que fazer nele.


A realidade é a morte do sonho....então sua realização não deixa de trazer um bocado de luto. Até porque no sonho sempre vem um pouco ou um tanto de fantasia, e elas todas precisam morrer, porque do contrário a realidade não acontece, ainda que a realidade produza mais fantasias.


A concretização de um sonho pode ser para uns o deleite da conquista, mas para outros, a conquista sempre pede mais luta.


____
Nana Andrade

7 comentários:

  1. Oi, Nana!

    Eu te lia e fui lembrando de um amigo mineiro que resolveu morar em Londres. Foi com a cara e a coragem, começou do nada e com talento, empenho e sorte se deu muito bem por lá. Um dia, ao telefone, me disse exatamente isso : que estava de luto pelo sonho que, tendo virado realidade, morreu e deixou imensas saudades.

    Esse meu amigo se diz mais feliz como sonhador do que como realizador.

    Faz mesmo sentido.

    Beijo grande, ótima quarta pra ti.

    ResponderExcluir
  2. LUNA,
    Oi querida, pois é, meu caso é mais ou menos como o dele sim...

    É claro que queremos realizar um sonho, mas a realidade é sempre um choque..o bom tb é assustador.. bjs brigada pela visita

    ResponderExcluir
  3. "Esse meu amigo se diz mais feliz como sonhador do que como realizador."...

    Como disse a Luna acima,put`s...

    Vocês duas estão me fazendo refletir aqui...

    Sonhar ou realizar???

    Eu acho que os seres humanos tem um probleminha: nunca estão satisfeitos, querem sempre "mais" e o "diferente", o "novo"...então sonham....e quando alcançam seus sonhos...a realidade já não lhes basta mais...se frustram...e querem mais e mais...

    Sou mais os "pés descalços no chão", sentindo e apreciando a VIDA COMO ELA É...dia após dia...a realidade.

    Aprendi a viver de pequenas conquistas, as vezes pequenos detalhes...que vão fazendo a diferença...

    Não me iludo mais com sonhos mirabolantes, surreais...gosto do "normal", do "equilíbrio"...

    Sei lá...acho que sou feliz assim...estou satisfeita...sou livre,tenho saúde, amor, e muita, mas muita PAZ hoje...estes eram meus sonhos...

    Tudo o mais que vier, considero lucro !


    Um beijo no coração!

    Bia

    ResponderExcluir
  4. Bia,
    brigada pela sua presença sempr tão cheia de autenticidade, Bia.

    Acredito porém que tudo é fase e que cada pessoa tem um jeito diferente de ver o sonho....


    Eu particulamente gosto de sonhar, esse é meu motor pra realidade...A cada conquista me sinto mais feliz e mais forte...mas não páro...
    Me frustro qd não tento e não qd não consigo....e qd consigo penso que posso conseguir mais...não falo necessariamente de conquistas materias, mas as pessoais, e porque não as espirituais...

    Mas, como vc, gosto das pequenas conquistas, valorizo o que é essencial e isso me dá força, paz...e geram sempre em mim um sentimento de gratidão e fé...fé de que posso seguir


    BJ grande

    ResponderExcluir
  5. Ele nunca acaba...nós que as vezes náo permitimos que ele venha...beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  6. Lisete,
    eu referia a acabar no sentido de realizar. Qd se realiza um sonho ele 'deixa' de ser um sonho, um projeto pra virar realidade...ainda que um sonho seja sempre um sonho..
    bj grande e brigada pela visita
    Nana Andrade

    ResponderExcluir
  7. Oi flor, agradeço a visita, e voltei aqui para visitá-la. E respondendo a pergunta , aquela poesia é uma música do padre Fabio de Melo, chama-se Contrários, lindaaa. Bjos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...