Páginas

domingo, 9 de setembro de 2012

Resultado de processo seletivo e moral




Quando nos candidatamos a um processo seletivo seja ele para o setor profissional, acadêmico ou esportivo e vencemos, vem em nós um sentimento do quanto somos bons, de superação e, tantas vezes, de superior. Fomos os melhores!!

Por outro lado, quando nesses mesmo processos seletivos não alcançamos a vaga e/ou classificação necessária, o sentimento despertado é fracasso e inferioridade.
Não somos os melhores!!!

Assim caminha a sociedade neoliberal, capitalista ao extremo. É preciso vencer sempre, com a ideia (falsa) de superar a si mesmo, superar o outro para ser superior, para ser o melhor. Como se os nossos valores, nossa capacidade pudessem ser medidos por quaisquer métodos, critérios ou determinados grupos.

Podemos não sair bem em algumas coisas, mas melhores em outras, podemos simplesmente não estarmos bem emocionalmente ou fisicamente em determinado períodos. Além disso, desse caráter social que está em jogo com o resultado de processo seletivo, podem ser despertados diversos outros sentimentos que nos prejudicam nesta avaliação como ansiedade, medo, nervosismo e outros.

Não permitamos que critérios como estes digam de nós, que nos referencie por aquilo que conquistamos ou não. Se sentir melhor for condição para julgar o outro pior, ou vice-versa. É mais humano não ser melhor

Somos mais que resultados, porque não somos nem melhores nem piores que os outros. Por isso, caros amigos e leitores, sigam tentando, almejando conquistas e realizando sonhos. Vivendo e aprendendo sem se abalar irreversivelmente com os fracassos, mas também com as vitórias.

Um abraço carinhoso a tod@s

Nana andrade

Um comentário:

  1. Nana,
    eu estou sempre querendo aprender, mudar, transformar é somente dessa forma que evoluímos espiritualmente, afinal é isso que estamos fazendo por aqui. Adorei seu texto.
    Beijos
    Denise

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...