Páginas

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Será que sou louco?

Fonte da imagem: The Hyperrealistic Sculptures of Ron Mueck


A loucura e a sanidade não são coisas opostas. São linhas tênues que caminham lado a lado; às vezes, de tão juntas, parecem uma coisa só.

Sanidade é invenção de uma sociedade normatizadora: que dita como devemos nos comportar, como devemos falar, comer, socializar, pensar e até amar.
A loucura é tudo aquilo que escapa a esta norma.

Mas a própria sanidade adoece-nos, enlouquece-nos.

A sanidade e suas normas são algo tão digerido que, em nossa necessidade de ser afirmar sãos, fazem-nos discriminar os "loucos", repudiá-los e ignorá-los.

Mas nós "normais", não nos sentimos culpados pela sanidade. Tão pouco nós "loucos" culpamo-nos pelas nossas loucuras. 

O sano que se viu louco, assim como o louco que já foi sano, são quem se sentem culpados.

Talvez a culpa de não poderem transitar naquilo em se "está sendo". 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...